Welcome to MedicalPress a Premium Medical Theme
Title Image

Imposto de renda para dentistas: como calcular?

Home  /  Finanças   /  Imposto de renda para dentistas: como calcular?

Imposto de renda para dentistas: como calcular?

O imposto de renda para dentistas é aquele assunto nebuloso, que muitas vezes evitamos falar por não entendermos tão bem ou por parecer uma coisa chata. Entretanto, trata-se de algo muito importante, principalmente para quem tem a própria empresa ou, no caso, o próprio consultório odontológico. É sobre isso que vamos falar nesse artigo!

Dicas gerais de Imposto de renda para dentista

Para começar, vale lembrar a importância de  levar a sério e encarar com precisão o imposto de renda para dentistas. Informar seus rendimentos de forma específica e atenta, sem deixar escapar nenhuma das despesas relativas ao seu trabalho e que possam ser deduzidas do imposto, é uma forma de evitar perder dinheiro a toa, possibilitando a redução do valor do tributo ou o aumento da restituição.

Além disso, lembre-se de não deixar a declaração do imposto de renda para dentistas para a última hora! Postergar essa atividade pode fazer com que você tenha que realizá-la com pressa e, por isso, possa acabar cometendo algum engano que vai acabar saindo caro.

Por fim, sabemos que o tempo da maioria dos profissionais da odontologia é curto e a rotina é muito corrida, além disso fazer a declaração de imposto de renda para dentistas é uma atividade burocrática que pode gerar confusões. Para te auxiliar e garantir a correção dos seus dados, recomendamos que você considere contratar um contador profissional. Elaboramos um artigo com 3 dicas valiosas que te ajudam a escolher o melhor contador para consultórios e dentistas.

Imposto de renda para dentistas: quais são as particularidades?

Um ponto importante a que se deve atentar ao fazer a declaração de imposto de renda para dentistas que prestam serviços para pessoas físicas é a obrigatoriedade de incluir o CPF dos pacientes ou de quem paga pelos tratamentos em qualquer recibo de prestação de serviços odontológicos. Caso não conste essa informação a risco do recibo perder o seu valor. Isso quer dizer que cada cliente deverá ser declarado individualmente, não sendo mais suficiente declarar o montante total recebido e tributado a cada mês.

Além disso, fique também atento às deduções. A participação em palestras, congressos e seminários, o dinheiro gasto com propagandas dos seus serviços profissionais e até mesmo o pagamento de terceiros e colaboradores que estejam diretamente relacionados com seu trabalho podem também ser deduzidos. 

Como deixar a declaração de Imposto de renda para dentista mais fácil?

Para garantir mais praticidade ao fazer sua declaração de imposto de renda é importante ter acesso a todas as transações financeiras realizadas no consultório ao longo do ano. A melhor forma de consultar esses dados de forma segura é registrando tudo em um software de gestão odontológica.

Nessa ferramenta você consegue fazer um controle financeiro rigoroso, pode acessar, mesmo fora do consultório, todas as informações importantes para fazer seu imposto de renda de forma fácil e rápida e ainda garante que esses registros estarão sempre seguros na nuvem.

O TotalClinic oferece um módulo financeiro estratégico com todos os recursos importantes para te ajudar na hora de declarar o imposto de renda para dentistas. Conheça e comprove testando o sistema gratuitamente por 7 dias!